As principais causas da perda auditiva

As estruturas internas da nossa orelhas são muito sensíveis e precisam de uma atenção extra quando o assunto é cuidado. Os danos a essas estruturas podem ocorrer devido a acidentes, fatores genéticos ou à negligência do próprio indivíduo.

É importante proteger e manter o bom funcionamento dos sentidos, começando pelos nossos ouvidos. A melhor forma de se prevenir contra a perda auditiva é se informando, então que tal conhecer algumas de suas causas?

Poluição Sonora:
A exposição prolongada a elevados níveis sonoros pode prejudicar a audição, sendo muito frequente em ambientes de construção civil e fábricas. Ouvir música alta em aparelhos de sons externos ou em fones de ouvido por períodos prolongados também danificam o ouvido interno, assim como nos casos que há uma proximidade a fogos de artifício, causando perda auditiva imediata.

Uso de medicamentos:
Alguns antibióticos e medicamentos usados no tratamento de quimioterapia podem causar um dano irreversível à audição. Outros, levam à perda temporária, como é o caso da aspirina, remédios para o tratamento da malária e alguns diuréticos.

Cera no ouvido:
Quando a causa é a cera no ouvido, o cotonete deve ser deixado de lado. A solução é consultar um otorrinolaringologista de confiança para que ele realize uma lavagem no local obstruído, realizada com água morna para retirar o excesso da cera.

Envelhecimento:
A perda auditiva ocorre naturalmente em pessoas com a idade avançada devido ao desgaste das células auditivas. Inicialmente, a percepção de sons agudos é prejudicada sem que o idoso note uma diferença exorbitante. Entretanto, com o passar do tempo, o quadro vai se agravando e vão surgindo dificuldades de compreensão de fala.

Infecções:
A infecção provocada por vírus e bactérias pode prejudicar a orelha média, externa ou interna, levando à perda auditiva condutiva ou neurossensorial de grau leve, moderado ou severo. A surdez também pode ser desenvolvida em gestantes que através de infecções desencadeadas por doenças como rubéola, sífilis, toxoplasmose e herpes.

Fatores genéticos:
Fatores hereditários também podem estar relacionados à surdez. Mutações nas células ciliadas, localizadas no ouvido interno, impedem o bom funcionamento do local, danificando a audição. O problema também pode ocorrer pela maior predisposição do indivíduo a desenvolver complicações no ouvido que ocasionam a perda auditiva.

  • Paralisia facial

  • Você sabe quando deve procurar um Otorrinolaringologista?

  • Posso ter bicho de estimação mesmo tendo rinite alérgica?

  • As principais causas da perda auditiva

  • Disfonia

  • Labirintite