Primavera e as alergias

A primavera chegou para nós a menos de 20 dias! A cidade está linda, cheia de flores e belas paisagens, porém essa estação traz muitos problemas respiratórios. Durante a primavera, a liberação de pólen pelas flores, aliada aos ácaros, que se proliferam na mudança de estação, podem causar sensibilização alérgica e aumentar os sintomas em quem já tem alergia.

 

Conhecida como sazonal ou primaveril, a alergia ao pólen pode ser agravada com o clima seco e a poluição das grandes cidades. Os problema mais comuns nessa época são as crises de asma e rinite alérgica, e as crianças e adolescentes são os mais prejudicados, principalmente aqueles que tem alergia mas não fazem tratamento.

 

Pessoas alérgicas podem ter coriza, congestão nasal, espirros contínuos e frequentes, falta de ar, e irritação nos olhos. Sintomas que podem facilmente ser confundido com resfriado. Porém, o que diferencia os dois, é que o resfriado apresenta quadros de febre.

 

Portanto, recomendamos que caso a alergia piore, não se automedique, consulte um médico otorrinolaringologista.

 

A prevenção é importante, portanto para prevenir as alergias, recomenda-se limpar o ambiente da sua casa, principalmente os quartos, com pano úmido, pois a remoção da sujeira com vassoura faz com que ácaros, pólen, e pelos de animais fiquem suspensos no ar e desencadeiem as crises alérgicas.

 

Abra todas as janelas para que a casa fique arejada e assim elimine o mofo.

 

As roupas de cama devem ser lavadas pelo menos uma vez por semana. E as roupas que ficaram guardadas por muito tempo no armário, antes de serem usadas, devem ser lavadas ou expostas ao sol.

  • Disfonia

  • Labirintite

  • Retirada de cerume dos ouvidos

  • Primavera e as alergias

  • Doenças do inverno

  • Você sofre com Apneia Obstrutiva do Sono?