Você sofre com Apneia Obstrutiva do Sono?

Ronco, noites mal dormidas, sono agitado, cansaço durante o dia, sonolência, dor de cabeça e interromper a respiração durante o sono são os principais sintomas da Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS), que é uma doença que acomete milhares de pessoas em todo mundo.
A síndrome é quando o paciente tem uma parada respiratória devido o bloqueio da passagem de ar pela faringe. Essa parada dura em média de 10 segundos quando a pessoa está dormindo e roncando. A crise acontece repetidas vezes, o que causa menor oxigenação do sangue e consequentes danos ao organismo.
Tanto homens quanto mulheres e crianças podem ter esse problema, e se não for tratado pode agravar quadros de doenças cardiovasculares, como hipertensão arterial sistêmica, arritmias, infartos, entre outras.
Alguns fatores podem contribuir para que o indivíduo ronque e apresente apneia, sendo eles:
• Obstrução crônica do nariz (tumores, desvio de septo, pólipos nasais e hipertrofia dos cornetos);
• Dormir de barriga para cima;
• Amídalas e adenoides grandes;
• Consumo de álcool;
• Refluxo gastroesofágico;
• Fumo;
• Obesidade, entre outros.
Ao perceber qualquer sintoma ou alguém alertar sobre a possibilidade de você estar com apneia, consulte o Otorrino. É necessário realizar exames para que através da avaliação médica você inicie o tratamento. O quanto antes o problema for tratado, melhor para a sua saúde e qualidade de vida!
O tratamento pode ser através de mudanças nos hábitos de vida ou também com o uso de medicações e até a utilização de próteses orais. Alguns casos podem ser necessários a realização de cirurgia para retirar as amídalas. Converse com o especialista!

  • Doenças do inverno

  • Você sofre com Apneia Obstrutiva do Sono?

  • Dor de garganta: um alerta de que algo está errado!

  • Quem coloca Implante Coclear, volta a ouvir normalmente?

  • Atenção ao Ronco do Seu Filho